Paralisia de múltiplos nervos cranianos. Onde está a lesão? Seio cavernoso, fissura orbital superior ou ápice orbital?

✍🏻Perceba como o exame neurológico é uma ferramenta propedêutica poderosa💪🏼. ✍🏻Quando identificamos ,no exame clínico, lesões simultâneas do nervo óptico(II), da motilidade ocular extrínseca( III, IV, VI) e dos ramos sensitivos do trigêmeo (V1,V2 e V3) , podemos identificar a possível localização da lesão antes mesmo do exame de imagem. ✍🏻 #neurologia #neuroanatomia #medicina #medicine #anatomia  🗣marque nos comentários seuContinuar lendo “Paralisia de múltiplos nervos cranianos. Onde está a lesão? Seio cavernoso, fissura orbital superior ou ápice orbital?”

Dicas de livros para estudantes da área de saúde: Da neuroanatomia para Neurologia.

Vamos mudar um pouco o enfoque das postagens para poder falar dos livros que utilizei durante minha formação acadêmica (graduação e residência médica) e que me servem, até hoje, como referência de estudo. Graduação: Vou começar com breve relato da minha trajetória e como começou o interesse pela neurociência. Fiz Medicina na Universidade Federal daContinuar lendo “Dicas de livros para estudantes da área de saúde: Da neuroanatomia para Neurologia.”

Dicas de Livros em Neurologia: Neuroanatomia Funcional -Angelo Machado e Lucia Machado Haertel

✍🏻Vou começar por um dos livros iniciais para o estudo da neuroanatomia.Gostando ou odiando, o livro do professor Angelo Machado(In memoriam) , nos primeiros períodos da graduação, tem grandes chances de fazer parte da vida de praticamente todos os cursos da área da saúde. Assim como Warren Buffett tornou-se um bilionário aportando aos poucos emContinuar lendo “Dicas de Livros em Neurologia: Neuroanatomia Funcional -Angelo Machado e Lucia Machado Haertel”

Como detectar hemiparesia/hemiplegia em um paciente com alteração do nível de consciência (torporoso ou comatoso)?

-Observe atentamente se há assimetria unilateral do movimento, a postura, o tônus muscular e, principalmente, procure por flacidez unilateral das extremidades( nas lesões agudas);-A flacidez unilateral associada a ausência de resposta espontânea ou movimentos induzidos pelo estímulo doloroso ajudam a identificar a HEMIPLEGIA AGUDA. – Três testes podem ser utilizados para identificar o déficit oContinuar lendo “Como detectar hemiparesia/hemiplegia em um paciente com alteração do nível de consciência (torporoso ou comatoso)?”

Doença oclusiva aguda da artéria basilar

❗️A doença oclusiva aguda da artéria basilar é considerada catastrófica, sendo uma verdadeira emergência neuro-intervencionista, que, se não abordada precocemente, pode evoluir ao óbito rapidamente❗️. ✍🏻Veja as imagens deste caso gravíssimo. Paciente masculino, 54 anos, tabagista de longa data foi encontrado desacordado em casa. ✍🏻A apresentação anatomoclínica irá depender do local da oclusão:–Terço proximal eContinuar lendo “Doença oclusiva aguda da artéria basilar”

Revisão de anatomia do bulbo

✍🏻Vamos testar seus conhecimentos em neuroanatomia?…-Qual a estrutura A?> núcleo do hipoglosso-Qual a estrutura B?>núcleo dorsal do vago-Qual a estrutura C?>núcleo e trato solitário-Qual a estrutura D?>núcleo ambíguo-Qual a estrutura E?>núcleo espinhal do trigêmio-Qual a estrutura F? >Pirâmide bulbar.-Neste nível de corte anatômico do tronco encefálico,qual o nome da síndrome que afeta a porção dorsolateralContinuar lendo “Revisão de anatomia do bulbo”

Nervos cranianos:classificação contemporânea.

A nomenclatura histórica dos núcleos e nervos cranianos é algo de difícil assimilação, além de ser pouco intuitiva. Esse esquema tradicional diferencia nervos cranianos ( e seus núcleos centrais correspondentes) baseando-se se os axônios dos componentes individuais fornecem inervação sensorial ( aferente) ou motora ( eferente) da cabeça, se as estruturas inervadas desenvolvem-se a partirContinuar lendo “Nervos cranianos:classificação contemporânea.”

Revisão de anatomia da ponte

Vamos Lá!…Qual a estrutura A? Em uma lesão dessa estrutura, qual alteração neurológica evidenciada no exame?.R= Fibras do trato corticoespinhal.Hemiparesia contralateral (poupando face) com sinais de liberação piramidal…Qual a estrutura B? Qual seria a clínica em uma lesão dessa estrutura?.R=Leminisco Medial. Perda contralateral dos sentidos posicional(anartrestesia) e vibratório(hipopalestesia)…Qual a estrutura C? Qual alteração neurológica evidenciadaContinuar lendo “Revisão de anatomia da ponte”

Síndrome de Wallenberg( síndrome bulbar lateral)

Caso clínico. A 41-year-old woman suddenly presented the following clinical manifestations: ✏️>1-right facial hypalgesia e thermoanestesia✏️>2-left trunk and extremity hypalgesia and thermoanestesia✏️>3-right palatal paralysis with dysphagia and dysarthria✏️>4-right Horner Syndrome✏️>5-right appendicular cerebellar ataxia. ✏️These are the classic manifestations of wallenberg syndrome(dorsolateral medullary syndrome). >The characteristic clinical picture results from damage of the following anatomical structures:Continuar lendo “Síndrome de Wallenberg( síndrome bulbar lateral)”

Oftalmoplegia internuclear(OIN)

Explicação de uma das causas de paralisia desconjugada do olhar horizontal, a oftalmoplegia internuclear(OIN). ..Lembre-se: a lateralidade do déficit de adução indica o lado da lesão do FLM! .. >paresia da adução ipsilateral. >>nistagmo monocular no olho que está abduzindo( contralateral) >>convergência geralmente preservada.. Principais causas: Esclerose múltipla e AVC de tronco. Referências: .-Localização eContinuar lendo “Oftalmoplegia internuclear(OIN)”