Dicas de livros em Neurologia: DeJong- O exame neurológico (William W.Campbell).


✍🏻Hoje vamos comentar sobre um clássico livro de Exame Neurológico: DeJong- O exame neurológico (William W.Campbell).

Sabe aquele terno e gravata clássico que você usa há muitos anos, muitas vezes herdado do seu pai, e que, mesmo atualmente, ainda lhe cai muito bem?

Pois bem, como todo bom livro clássico, o DeJong é aquele livro de exame neurológico que nunca sai de moda. Sempre marca presença como referência bibliográfica das principais bancas de prova de título em neurologia e em concursos públicos.

Desde a graduação em medicina ouvia muito bem sobre o Dejong, porém foi no segundo ano da residência em neurologia (R2) que coloquei como meta ler de “cabo a rabo” o famoso livro de semiologia neurológica. De fato, a tarefa não foi fácil, uma vez que são aproximadamente 625 páginas(7aedição)!

O livro é dividido em sessões: anamnese, exame físico e visão geral do exame neurológico; exame do estado mental e das funções corticais superiores; nervos cranianos; sistema motor; sistema sensorial; reflexos; coordenação e marcha; sistema nervoso autônomo e periférico; neurologia ortopédica; circulação e LCR; diagnóstico e localização das doenças neurológicas.

DeJong consegue explanar de forma detalhada e separadamente cada tema das sessões. Em geral, inicia os capítulos com uma “pincelada” de anatomia e fisiologia das estruturas neuroanatomicas e, em seguida, aprofunda-se no exame neurológico e os distúrbios da função. As síndromes neurológicas clássicas são bem abordadas e a utilização de tabelas e esquemas facilitam a compreensão.

O brilhantismo e a maestria como discorre os capítulos de força e potência motoras, reflexos superficiais e tendinosos profundos, reflexos patológicos e marcha é, realmente, de se “tirar o chapéu”. Duas páginas inteiras são dedicadas para explanação do sinal de Babinski. Vale a pena a leitura!

❗️Lembrando que é um livro de exame neurológico, então,a neuroanatomia, abordada no início dos capítulos, é somente para refrescar sua memória.❗️
❗️Ressalto também que o livro possui textos longos e pormenorizados, então, é bom que esteja descansado e com tempo para desfrutar a leitura.❗️

 #neurologia #exameneurologico #medicina.

View this post on Instagram

✍🏻Hoje vamos comentar sobre um clássico livro de Exame Neurológico: DeJong- O exame neurológico (William W.Campbell). Sabe aquele terno e gravata clássico que você usa há muitos anos, muitas vezes herdado do seu pai, e que, mesmo atualmente, ainda lhe cai muito bem? Pois bem, como todo bom livro clássico, o DeJong é aquele livro de exame neurológico que nunca sai de moda. Sempre marca presença como referência bibliográfica das principais bancas de prova de título em neurologia e em concursos públicos. Desde a graduação em medicina ouvia muito bem sobre o Dejong, porém foi no segundo ano da residência em neurologia (R2) que coloquei como meta ler de “cabo a rabo” o famoso livro de semiologia neurológica. De fato, a tarefa não foi fácil, uma vez que são aproximadamente 625 páginas(7aedição)! O livro é dividido em sessões: anamnese, exame físico e visão geral do exame neurológico; exame do estado mental e das funções corticais superiores; nervos cranianos; sistema motor; sistema sensorial; reflexos; coordenação e marcha; sistema nervoso autônomo e periférico; neurológia ortopédica; circulação e LCR; diagnóstico e localização das doenças neurológicas. DeJong consegue explanar de forma detalhada e separadamente cada tema das sessões. Em geral, inicia os capítulos com uma “pincelada” de anatomia e fisiologia das estruturas neuroanatomicas e, em seguida, aprofunda-se no exame neurológico e os distúrbios da função. As síndromes neurológicas clássicas são bem abordadas e a utilização de tabelas e esquemas facilitam a compreensão. O brilhantismo e a maestria como discorre os capítulos de força e potência motoras, reflexos superficiais e tendinosos profundos, reflexos patológicos e marcha é, realmente, de se “tirar o chapéu’. Duas páginas inteiras são dedicadas para explanação do sinal de Babinski. Vale a pena a leitura! ❗️Lembrando que é um livro de exame neurológico, então,a neuroanatomia, abordada no início dos capítulos, é somente para refrescar sua memória.❗️ ❗️Ressalto também que o livro possui textos longos e pormenorizados, então, é bom que esteja descansado e com tempo para desfrutar a leitura.❗️ #neurologia #exameneurologico #medicina.

A post shared by Neuro.Skull-Dr.André Vidal (@neuro.skull) on

Publicado por Neuroskull(Dr.André Vidal)

Este é o NeuroSkull , o site de educação em Neurologia. Dr.André Vidal Especialista em Neurologia pelo Hospital do Servidor de São Paulo( IAMSPE); Membro titular da ABN; CRM-SP 178360; RQE 79163.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: